Press "Enter" to skip to content

CLIO NEWS – Semana de 2 a 8 de outubro

0

Está no ar a nova edição do Clio News!

Uma seleção especial das notícias relevantes da diplomacia brasileira e do cenário internacional nesta semana.

Confira a seguir e fique em dia com as atualidades do Brasil e do mundo – e aproveite para incrementar seus estudos!

 

Segunda rodada de negociações para o ALC Mercosul-Singapura

“A segunda rodada de negociações para o acordo de livre comércio entre Mercosul e Singapura ocorreu em 30/9 e 1/10, com foco na promoção de comércio e na atração de investimentos produtivos. A pauta de negociação inclui comércio de bens e serviços, investimentos e compras públicas, temas essenciais para dinamizar nosso comércio exterior e criar empregos no Brasil. O futuro acordo com Singapura contribuirá para ampliar o acesso das exportações brasileiras aos mercados asiáticos e para a atração de investimentos produtivos para o bloco sul-americano.”

Veja o informativo oficial aqui


Diplomacia da Inovação: Admissão do Brasil na CERN

“Na última sexta, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN) formalizou a decisão de admitir o Brasil como membro associado. Seremos o 1º país do continente americano a integrar um dos maiores centros de pesquisa em física de altas energias e de partículas do mundo. Confira no webinário organizado por Itamaraty, MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações) e Funag em: https://bit.ly/Ycern os benefícios da associação a esta grande infraestrutura de pesquisa para diversos setores da economia brasileira, fruto da ação coordenada do Governo Federal.”

Veja o informativo oficial aqui


Brasil-OCDE: Ministro chefia delegação à Reunião Ministerial do Conselho da OCDE

“O Ministro Carlos França chefiou hoje a delegação do Brasil à reunião ministerial do Conselho da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O Ministro João Roma e o Secretário Executivo do Ministério da Economia Marcelo dos Guaranys integraram a delegação. A reunião é o evento anual mais importante da OCDE, composta por 38 países e pela União Europeia, e comemora os 60 anos da Organização, com o tema “Valores compartilhados: construindo um futuro verde e inclusivo”.

As relações com a OCDE estão a cargo do Itamaraty desde a década de 1990. O Brasil formalizou sua candidatura a membro pleno da Organização em 2017 e é o único país que se enquadra, simultaneamente, nas categorias de “key partner” e “prospective member”. O Brasil já aderiu a 100 dos 247 acordos que compõem a OCDE. Dezenas de outros acordos estão sob análise, muitos dos quais na área ambiental. Somos o país não membro com o maior grau de alinhamento às normas da Organização.”

Veja o informativo oficial aqui

Veja as notas do Itamaraty sobre o evento:
Segunda parte da Reunião Ministerial do Conselho da OCDE

Nota Conjunta do Ministério das Relações Exteriores, da Casa Civil da Presidência da República, do Ministério da Economia e do Ministério da Cidadania


Brasil na OMC: Reunião Ministerial Informal da Organização Mundial do Comércio

“O Ministro das Relações Exteriores, Embaixador Carlos Alberto Franco França, participou hoje de Reunião Ministerial Informal da Organização Mundial do Comércio (OMC), realizada em Paris, à margem da Reunião Ministerial da OCDE. O encontro teve por objetivo discutir resultados esperados para a 12ª Conferência Ministerial da OMC (MC12), que terá lugar em Genebra, de 30/11 a 03/12/2021. O Ministro França ressaltou a importância de avançar as regras para subsídios industriais e agrícolas, de modo a equilibrar as condições de concorrência e viabilizar a redução ou a eliminação de distorções ao comércio internacional.

O Brasil trabalha ativamente por uma reforma ambiciosa da OMC, que englobe seus três pilares: (i) negociação e liberalização; (ii) transparência e monitoramento; e (iii) solução de controvérsias. No entendimento brasileiro, a OMC precisa adequar-se aos novos tempos, sem descuidar do avanço em temas tradicionais, sobretudo a agricultura, cujo mandato negociador pouco progrediu desde a criação da Organização.”

Veja a nota oficial aqui


Brasil-Cazaquistão: Reunião do Ministro Carlos França com o Ministro do Cazaquistão

“O Ministro Carlos França reuniu-se hoje (05/10) com o Ministro do Comércio e Integração do Cazaquistão, Bakhit Sultanov, à margem da Reunião do Conselho de Ministros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Foi discutida a preparação para a 12ª Reunião Ministerial da OMC, que será presidida pelo Cazaquistão. O Brasil tem trabalhado por uma reforma da OMC com foco na abertura comercial e dinamização das negociações, no aprimoramento das soluções de controvérsias e aumento da transparência.”

Veja o informativo oficial aqui


Brasil-Turquia: Reunião do Ministro Carlos França com o Ministro da Turquia

“O Ministro Carlos França reuniu-se hoje (05/10) com o Ministro de Finanças e do Tesouro da Turquia, Lüfti Elvan, à margem da Reunião do Conselho de Ministros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Entre outros temas, foi debatida a ampliação da OCDE: a Turquia apoia a candidatura do Brasil a membro pleno da Organização. Foi também discutida a preparação para a 12ª Reunião Ministerial da OMC, que ocorrerá de 30/11 a 3/12, em Genebra.

As relações entre Brasil e Turquia apresentam elevado potencial econômico. Em 2020, o comércio bilateral alcançou USD 3,81 bilhões, dos quais USD 3,22 bilhões correspondem a exportações brasileiras.”

Veja o informativo oficial aqui


Brasil-Austrália: Reunião do Ministro Carlos França com o Ministro da Austrália

“O Ministro Carlos França reuniu-se hoje, em Paris, com o Ministro de Comércio, Turismo e Investimentos da Austrália, Dan Tehan, à margem da Reunião do Conselho de Ministros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Entre outros temas, foi debatida a ampliação da OCDE: a Austrália apoia a candidatura do Brasil a membro pleno da Organização. Foi também discutida a preparação para a 12ª Reunião Ministerial da OMC, que ocorrerá de 30/11 a 3/12, em Genebra.

Brasil e Austrália participam do Grupo de Ottawa, foro de discussão sobre a reforma da OMC, e do Grupo de Cairns, grupo de exportadores agrícolas. O Brasil tem trabalhado por uma reforma da Organização com foco em abertura comercial e avanço em temas tradicionais, como agricultura.”

Veja o informativo oficial aqui


Ministro Carlos França participa da sessão “Construindo um futuro inclusivo” da OCDE

“O Ministro Carlos França participou hoje (06/10) da sessão “Construindo um futuro inclusivo”, no contexto da Reunião Ministerial da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Os debates trataram da transformação digital inclusiva e do crescimento econômico para todos. O Brasil é um dos países que mais utiliza a internet no mundo e o governo brasileiro compromete-se a proporcionar conectividade a todos os brasileiros, ainda nesta década. A prestação de serviços públicos “online” no Brasil é uma das mais avançadas do mundo e aumentará com a tecnologia 5G. O Brasil já aderiu à maioria das recomendações da OCDE sobre conectividade e trabalhará para que a internet seja sempre acessível, rápida e segura.”

Veja o informativo oficial aqui


Lançamento do site do mandato do Brasil no Conselho de Segurança da ONU 2022-2023

Foi lançada, no dia 05/10, a página eletrônica dedicada ao mandato do Brasil no Conselho de Segurança da ONU (2022-2023), onde serão divulgadas as iniciativas e posições brasileiras no órgão. No site, estão disponíveis os históricos do país no órgão e as prioridades para o novo mandato, bem como seções para consulta a documentos, discursos, artigos e entrevistas oficiais.

O Brasil ocupará, em 2022 e 2023, assento não permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU), o mais importante órgão responsável pela manutenção da paz e da segurança internacionais. Trata-se da 11ª eleição do Brasil para o CSNU, um feito igualado apenas pelo Japão. A participação frequente no CSNU está em consonância com a ambição brasileira histórica de ocupar assento permanente naquele órgão e com a disposição de contribuir ativamente para a paz e segurança internacional, que se reflete, entre outras iniciativas, em 70 anos de contribuições a missões de paz da ONU.

Clique aqui para acessar o site oficial


Brasil-Japão: Reunião de Consultas Políticas

“A Secretária de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Itamaraty e o Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros para Assuntos Econômicos do Japão copresidiram em 5/10, em Tóquio, o IX Mecanismo de Consultas Políticas Brasil-Japão. Falaram sobre comércio, investimentos, energia renovável, comunidade brasileira no Japão e cooperação em ciência e tecnologia. Uma das prioridades do Brasil é concluir a abertura do mercado japonês às nossas exportações de carnes e frutas. Queremos ser parceiros do Japão em seu esforço de descarbonização por meio de soluções brasileiras sustentáveis: etanol, ferro-gusa verde e biomassa.

Em 2020, o comércio com o Japão, nosso 2º maior parceiro comercial na Ásia, alcançou US$ 8,3 bilhões. Já os investimentos japoneses no Brasil continuaram a subir (terceiro ano consecutivo) e chegaram a US$ 2 bilhões.”

Veja o informativo oficial aqui


Brasil-Coreia do Sul: XII Mecanismo de Consultas Políticas

“A Secretária de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Itamaraty e o Vice-Ministro de Assuntos Políticos do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Sul copresidiram, hoje (07/10), em Seul, o XII Mecanismo de Consultas Políticas Brasil-Coreia do Sul. Discutiram comércio, habilitação de plantas exportadoras do agronegócio, investimentos, ciência, tecnologia e inovação, transição energética para uma economia de baixo carbono, negociações Mercosul-Coreia, cooperação em saúde e um acordo de férias-trabalho (voltado para jovens).

O comércio bilateral tem crescido. De janeiro a setembro de 2021, as exportações do Brasil para a Coreia do Sul atingiram USD 4,1 bilhões, o melhor resultado para o período.”

Veja o informativo oficial aqui


Brasil-Argentina: Visita do Ministro das Relações Exteriores argentino a Brasília

O Ministro de Relações Exteriores, Comércio Internacional e Culto da Argentina, Santiago Cafiero, realizou visita de trabalho a Brasília em 8 de outubro, a convite do Ministro Carlos França, a fim de discutir os principais temas das agendas bilateral e regional. Os Ministros abordaram os temas da agenda do Mercosul, à luz dos 30 anos do Tratado de Assunção, e destacaram que as diretrizes propostas pela atual Presidência Pro Tempore do Brasil fortalecem o processo de integração.

O Brasil é o principal parceiro comercial da Argentina, enquanto a Argentina é o terceiro maior do Brasil. A corrente de comércio experimenta franca expansão em 2021, com crescimento de 49% em relação ao ano anterior. O estoque recíproco de investimentos é significativo (US$ 28 bilhões) e abrange ampla gama de setores nos dois países, incluindo manufaturados, serviços, mineração e siderurgia, energia, engenharia e construção, agroindústria, gestão de infraestrutura e tecnologia.

Veja aqui o comunicado conjunto sobre a reunião 

.

Argélia proíbe aviões militares franceses de sobrevoar seu território

“A Argélia proibiu os aviões militares da França de sobrevoar seu território neste domingo (3). As aeronaves francesas geralmente atravessam o espaço aéreo argelino para chegar ou sair da região africana do Sahel, onde as tropas do país europeu estão mobilizadas, afirmou o porta-voz do Estado-Maior francês. Os dois países passam por um momento de tensão. O presidente francês, Emmanuel Macron, encontrou-se com um grupo de jovens descendentes de argelinos na quinta-feira. Na ocasião, ele teria dito que a Argélia é governada por um sistema “político-militar” e que a história oficial do país foi totalmente reescrita para que sejam contadas inverdades e um discurso de ódio em relação à França.” (G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


Investigação revela operações de ao menos 35 líderes mundiais em paraísos fiscais

“Uma investigação global capitaneada por mais de 140 veículos jornalísticos de 117 países começou a revelar neste domingo (3) a existência de contas e empresas offshore em paraísos fiscais relacionadas a 35 líderes e ex-líderes mundiais, além de figuras ligadas a eles e centenas de funcionários públicos e investidores bilionários. Apelidada de Pandora Papers, a investigação foi liderada pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês). As primeiras informações em âmbito internacional têm como protagonistas, entre outros, o presidente da Rússia, Vladimir Putin; o rei Abdullah, da Jordânia; o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, e os latino-americanos Sebastián Piñera, presidente do Chile, e Guillermo Lasso, chefe de Estado do Equador. Além das revelações internacionais, os Pandora Papers trouxeram também informações que envolvem nomes importantes da política brasileira e do governo de Jair Bolsonaro. Um deles é o ministro da Economia, Paulo Guedes.” (Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


Coreias do Norte e do Sul restabelecem comunicação encerrada há dois meses

“As Coreias do Norte e do Sul restabeleceram seus canais de comunicação na manhã desta segunda (4, noite de domingo no Brasil), dois meses após Pyongyang encerrar a interlocução completamente. O anúncio foi feito em um comunicado pelo ministério sul-coreano de Unificação, segundo o qual autoridades dos dois países fizeram sua primeira ligação telefônica desde agosto. O gesto de reaproximação desta segunda-feira se dá em um contexto de acirramento da corrida armamentista na península coreana ao longo dos últimos meses. Em setembro, Pyongyang e Seul realizaram disparos de mísseis balísticos, em uma demonstração de algumas das armas mais sofisticadas que os países têm desenvolvido. A diferença entre as ações militares das duas Coreias é que os sistemas de mísseis balísticos do Norte foram alvo de sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, entidade responsável por zelar pela paz em âmbito mundial.” (Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


Unctad15: Guterres prioriza ação contra superendividamento no pós-pandemia

“Líderes de diversos países se reúnem até quinta-feira na Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad15, em Barbados. No encontro com o tema “Da Desigualdade e Vulnerabilidade à Prosperidade para Todos”, o secretário-geral António Guterres disse que agora é o momento para escolhas melhores na recuperação da pandemia. Nesta trilha, o chefe das Nações Unidas apontou quatro desafios que “se não forem resolvidos transformam qualquer noção de prosperidade para todos em um sonho distante”. Primeiro, Guterres considera indispensável enfrentar o superendividamento. Em segundo, ele aponta a necessidade de mais dedicação a uma recuperação sustentável e justa para todos. O terceiro desafio é impulsionar o comércio e o investimento, além de se garantir benefícios aos países em desenvolvimento. O quarto grande desafio para o líder das Nações Unidas é a necessidade de construir uma “economia verde global”.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Relatório confirma que crimes de guerra são cometidos na Líbia desde 2016

“A Missão Independente de Averiguação de Fatos na Líbia publicou nesta segunda-feira um relatório sobre a situação no país. O documento confirma que estão sendo cometidos crimes de guerra, além de ações de violência nas prisões e contra migrantes, que podem ser consideradas crimes contra a humanidade. O chefe da Missão, Mohamed Auajjar, declarou que a investigação descobriu que todos os lados envolvidos no conflito, incluindo outros países, combatentes internacionais e mercenários, “violaram a lei humanitária internacional e alguns cometeram até crimes de guerra”. A Líbia enfrenta conflitos armados desde 2016 e a violência já causou vários impactos na economia do país e nos direitos sociais e culturais. Escolas e hospitais vêm sofrendo ataques e a Missão lembra que os civis pagam o preço mais alto das hostilidades.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Enviada da ONU descreve “situação desoladora” no Haiti

“A chefe da Missão da ONU para Apoio à Justiça no Haiti, Binuh, disse que a situação do país “só pode ser caracterizada como desoladora”. Helen La Lime pediu ao mundo que assegure que o Haiti não se torne uma crise esquecida, pedindo apoio à emergência. Falando em sessão do Conselho de Segurança, Helen La Lime lembrou que um mês depois do assassinato do presidente Jovenel Moise, ocorrido em 7 de julho, o país foi atingido pelo terremoto que afetou mais de 800 mil pessoas no sudoeste. A combinação dos eventos ditou o adiamento de eleições nacionais e locais. Em relação às investigações do assassinato do chefe de Estado haitiano, ela disse que deve ser levantado o “manto de impunidade que há muito tempo envolve o Haiti”.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Rússia faz teste inédito com míssil hipersônico lançado de submarino

“A Rússia anunciou nesta segunda (4) que lançou com sucesso pela primeira vez um míssil hipersônico a partir de um submarino, ampliando as possibilidades de uso desse tipo de armamento. Dois 3M22 Tsirkon (Zircão) foram lançados do submarino nuclear Severodvinsk no mar de Barents, no Ártico. Politicamente, o disparo demonstra força em um momento de extrema tensão em sua relação com a Otan (aliança militar ocidental). Desde que o presidente Joe Biden assumiu o governo americano, em janeiro, houve uma deterioração no contato com o Kremlin.Em abril, Putin fez uma grande movimentação de tropas para pressionar a Ucrânia a não tentar retomar militarmente as áreas separatistas pró-Rússia que, desde 2014, estão autônomas no leste do país. Houve alarme na Europa, e a retórica militarista dos dois lados só fez crescer.” (Igor Gielow, Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


Venezuela anuncia reabertura de fronteiras com a Colômbia para comércio

“A Venezuela anunciou nesta segunda (4) a reabertura da fronteira para retomar o comércio com a Colômbia. A divisa estava fechada desde fevereiro de 2019 devido a embates políticos entre os países. Na época, a ditadura estava receosa de que o opositor Juan Guaidó conseguisse organizar a entrada de alimentos e medicamentos pela fronteira colombiana, o que, na visão de Nicolás Maduro, enfraqueceria sua gestão e seria um pretexto para uma possível ação dos Estados Unidos. Durante pronunciamento em um canal estatal, a número dois do regime, Delcy Rodríguez, anunciou que a reabertura iniciará já nesta terça (5). “Estamos aqui abrindo o comércio binacional para que caminhões comecem a entrar com produtos da Venezuela na Colômbia e da Colômbia na Venezuela”, disse ela.” (Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


Com crise iminente no setor da água, OMM pede melhor gestão do recurso

“A Organização Meteorológica Mundial, OMM, está pedindo ação urgente para melhorar a gestão dos serviços de água e “aumentar os investimentos nesta commodity preciosa”. A agência lançou esta terça-feira o relatório “O Estado dos Serviços Climáticos 2021: Água”. O documento lembra que a mudança climática tem causado cada vez mais eventos em extremos opostos: enchentes e secas. Desde 2000, houve aumento de 134% dos desastres ligados a enchentes, enquanto a duração das secas aumentou 29%. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, declarou que o aumento das temperaturas está causando mudança nos padrões de chuvas e nas temporadas agrícolas. Com isso, o impacto para a segurança alimentar e saúde humana é muito grande.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Moçambique: Unicef tem “poucas dúvidas” sobre uso de menores por terroristas

“O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, citou a circulação de um vídeo não verificado sobre menores armados em um campo de treinamento abandonado por grupos terroristas no extremo norte de Moçambique. As imagens, protegidas pelas Forças Armadas nacionais, aparentemente mostram “crianças raptadas de até cinco anos de idade manipulando armas e sendo doutrinadas para combater” na área afetada por ações terroristas. A agência da ONU destaca que com a lenta melhoria do fluxo humanitário em Cabo Delgado “há cada vez mais relatos de uso de crianças em grupos armados e de violações, incluindo rapto e violência sexual”. De acordo com uma nota publicada esta terça-feira, em Genebra, com o acesso gradual às áreas que antes eram ocupadas pelo Al-Shabab aumentam os relatos sobre meninos e meninas que foram raptados de suas famílias e aldeias.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


EUA derrubam censura de Trump e divulgam número de bombas nucleares pela 1ª vez em 4 anos

“Pela primeira vez em quatro anos, o Departamento de Estado americano divulgou o número de ogivas nucleares que o país armazena, depois de o ex-presidente Donald Trump censurar os dados durante sua gestão. Até 30 de setembro de 2020, o Exército dos EUA mantinha 3.750 ogivas nucleares ativas e inativas, 55 a menos que no ano anterior e 72 a menos do que na mesma data em 2017. O número é também o mais baixo desde que o arsenal nuclear americano atingiu seu pico, no auge da Guerra Fria, em 1967, quando eram contabilizadas 31.255 ogivas. O inventário foi divulgado em meio ao esforço do governo de Joe Biden para retomar as negociações sobre o controle de armas com a Rússia, após Trump ter paralisado as tratativas. “Aumentar a transparência das reservas nucleares dos Estados é importante para os esforços de não proliferação e desarmamento”, assinalou o Departamento de Estado.” (Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


Polônia convoca embaixadora do Reino Unido após país negar entrada a escritor acusado de antissemitismo

“A Polônia convocará a embaixadora britânica em Varsóvia para explicar por que um jornalista acusado de antissemitismo, islamofobia, homofobia e de amenizar o estupro foi impedido de entrar no Reino Unido, disse o vice-chanceler polonês, Szymon Szynkowski vel Sek. No último sábado, o escritor Rafal Ziemkiewicz foi detido no aeroporto de Heathrow, em Londres, ao chegar com a mulher e filha, que está prestes a começar um curso na Universidade de Oxford. Em seguida, sua entrada no Reino Unido foi negada e ele voltou para Varsóvia. Numa carta publicada nas redes sociais por um deputado britânico, a agência de fronteiras britânica atribuiu a decisão à “conduta e opiniões contrárias aos valores britânicos e suscetíveis de causar ofensa” da parte de Ziemkiewicz.” (O Globo)

Clique aqui para ver a notícia completa


ONU quer maior resposta à crise humanitária no Afeganistão

Agências das Nações Unidas e ONGs que prestam serviços no Afeganistão estão numa “corrida contra o tempo” para entregar ajuda e já deixar itens essenciais pré-posicionados antes da chegada do inverno no país. O Escritório da ONU para Coordenação de Assistência Humanitária, Ocha, anunciou esta quarta-feira que no mês de setembro, mais de 3,8 milhões de afegãos tiveram ajuda alimentar. Mais de 21 mil crianças e 10 mil mulheres foram tratadas para desnutrição e 32 mil pessoas receberam cobertores e roupas de inverno. Em meados de agosto, o movimento Talibã assumiu o controle do país, mas segundo o Ocha, a situação humanitária no Afeganistão já era uma das piores do mundo desde o início do ano. Quase metade da população, ou 18,4 milhões de pessoas, já dependiam de assistência. Cerca de 3,5 milhões de civis ficaram desalojados com o conflito.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Casos de Covid-19 caem no mundo; Américas precisam baixar disparidade na vacinação

“A Organização Mundial da Saúde, OMS, anunciou nesta quarta-feira que novos casos de infecção de Covid-19 caíram em todo o mundo. Globalmente, o declínio foi de 9%. O número de mortes ficou no mesmo patamar registrado anteriormente. A Organização Pan-Americana da Saúde, braço da agência nas Américas, registrou uma queda de 12% em novos casos. A região teve 1,2 milhões recém-infectados e 24 mil óbitos relacionados com Covid-19. A diretora-geral da Opas, Clarisse Etienne, destacou que embora o continente acompanhe a tendência de queda, ainda há focos da doença em alguns países. Destacando as diferenças na região, Etienne trouxe a lacuna de vacinação como uma questão importante. Ela afirmou que apenas 37% da população da América Latina e Caribe estão completamente imunizadas.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Primeira vacina contra a malária passa em testes com resultado “seguro e eficaz”

“Um estudo-piloto da primeira vacina contra malária do mundo mostrou que o produto é “seguro e eficaz”. A conclusão foi anunciada esta quarta-feira, em Genebra, após a aplicação de 2,3 milhões de doses da chamada RTS, S a 800 mil crianças em Gana, no Quênia e no Malauí. Em nota, a Organização Mundial da Saúde, OMS, que recomendou o imunizante para uso em larga escala, disse que a pesquisa levou a uma redução de 30% nas hospitalizações por malária grave em menores de idade, desde que a iniciativa iniciou em 2019. O Programa de Implementação da Vacina contra a Malária destaca ainda que com a distribuição do imunizante através de campanhas de rotina, os estudos pilotos foram capazes de estender o alcance da vacina de forma rápida e equitativa.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Presidentes dos EUA e da China terão encontro virtual antes do fim do ano

“O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e seu contraparte chinês, Xi Jinping, irão reunir-se virtualmente “antes do fim do ano”, em uma data ainda não informada oficialmente, anunciou nesta segunda-feira o governo norte-americano. A reunião virtual foi anunciada depois que o assessor de segurança nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, se reuniu em Zurique com o máximo diplomata chinês, Yang Jiechi, durante seis horas. A viagem de Sullivan reafirma a melhora dos contatos entre Pequim e Washington, já que Biden defende estabelecer “barreiras de segurança” para a tensão crescente entre as duas potências, que aumenta diante da postura agressiva da China em relação a Taiwan, a decisão dos Estados Unidos de vender submarinos nucleares para a Austrália, disputas comerciais e pelas violações dos direitos humanos contra os uigures em Xinjiang.” (G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


Afeganistão volta a emitir passaportes

“O Afeganistão voltou a emitir passaportes na terça-feira (5), depois de meses de atrasos no serviço. O Talibã retomou o controle do país em agosto e, desde então, uma parte da população tenta sair do Afeganistão —o que é mais difícil sem o passaporte. O serviço já estava mais lento antes de os talibãs chegarem ao poder. Os passaportes serão idênticos aos que eram emitidos pelo governo anterior. O chefe do serviço de passaportes, Alam Gul Haqqani, disse que serão emitidos de 5.000 a 6.000 documentos por dia. Foram contratadas mulheres para atender as afegãs que solicitarem um passaporte.” (G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


Alemanha: liberais e verdes sinalizam que vão formar governo com sociais-democratas

“O Partido Social-Democrata (SPD), que venceu as eleições legislativas da Alemanha, o Partido Verde e o Partido Democrático Liberal (FDP) vão iniciar negociações na quinta-feira (7) para tentar formar uma coalizão de governo, anunciou o FDP. “Acabo de propor a (Olaf) Scholz (líder do SPD), em acordo com os Verdes, de nos reunirmos para debater entre os três, e isso vai acontecer”, anunciou o presidente do FDP, Christian Lindner, durante uma entrevista coletiva. Poucas horas antes, o Partido Verde já havia anunciado que desejava formar uma coalizão com o SPD e os liberais. Os dois partidos mais votados nas eleições foram o SPD, em primeiro, e a União Democrata Cristã (CDU), em segundo. No entanto, nenhum dos dois teve votos suficientes para controlar o Parlamento.” (G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


Terremotos deixam 20 mortos e mais de 300 feridos no Paquistão

“Dois terremotos de magnitude 5,9 e 4,6 atingiram o sul do Paquistão nesta quinta-feira (7) — noite de quarta-feira (6) no Brasil — e deixaram ao menos 20 mortos e mais de 300 feridos. A maioria das vítimas são mulheres e crianças, segundo as equipes de resgate, e autoridades temem que o número de mortos aumente porque mais de 100 casas feitas de barro e terra batida desabaram. A cidade mais atingida foi a montanhosa Harnai, onde a falta de estradas pavimentadas, eletricidade e sinal de celular dificultam o resgate, perto da fronteira com o Afeganistão e o Irã. Outra foi Quetta, onde vivem cerca de 1 milhão de habitantes — muitos em construções precárias. Ela já foi atingida por um terremoto devastador em 1935 que deixou mais de 30 mil mortos.” (G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


Cerca de 24% dos haitianos que tentam migrar por terra para os EUA partiram do Brasil, apontam dados da ONU

“Cerca de 24% dos haitianos que chegam aos Estados Unidos pela fronteira mexicana partiram do Brasil, apontam dados da Organização Internacional para a Imigração (OIM), um dos braços da Organização das Nações Unidas (ONU). O número de haitianos que tentam atravessar a fronteira entre o México e os Estados Unidos aumentou no mês de setembro —estima-se que cerca de 14 mil tenham ido para a cidade de Del Rio, no Texas, que é separada de Ciudad Acuña pelo Rio Grande. Os haitianos entram no Brasil com a autorização de residência por acolhida humanitária, que dá a eles o direito de permanecer pelo menos dois anos no país. Depois disso, podem converter a autorização para outra de tempo indeterminado, desde que provem meios de vida no país.” (Felipe Gutierrez, G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


OMS e ONU definem estratégia para vacinar 70% da população global até 2022

“As Nações Unidas lançaram a Estratégia Global de Vacinação contra a Covid-19. A meta é imunizar 40% das pessoas em todos os países até o final deste ano e 70% até meados de 2022. Na apresentação feita esta quinta-feira, o secretário-geral António Guterres disse que a lógica do plano elaborado pela Organização Mundial da Saúde, OMS, é que seja “custeado, coordenado e confiável para todos, em todos os lugares”. O líder das Nações Unidas ressaltou que com a produção de vacinas, agora em torno de 1,5 bilhão de doses por mês, podem ser alcançadas 40% das pessoas em todos os países até o final do ano. Mas isso depende de mobilização de cerca de US$ 8 bilhões para assegurar uma distribuição equitativa. Ele disse acreditar que essa divisão justa determinará o sucesso do plano e se não for coordenada e justa a redução de casos em qualquer país não será sustentada ao longo do tempo.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Brasil deve fechar o ano de 2021 com crescimento econômico de 5,3%

“A região da América Latina e Caribe está se recuperando da crise de Covid-19 de forma mais lenta do que o esperado e as “marcas na economia e na sociedade levarão anos para cicatrizarem”. A constatação é do Banco Mundial no novo relatório “Recuperação do Crescimento: Reconstruindo Economias Dinâmicas Pós-Covid em Meio a Restrições Orçamentárias”. A equipe do economista-chefe da instituição para América Latina e Caribe prevê um crescimento regional de 6,3% em 2021. Porém, na maioria dos países esse crescimento não será suficiente para reverter a contração de 6,7% do ano passado.

O Banco Mundial estima que o Brasil terá um crescimento econômico de 5,3% no ano de 2021 em contrapartida da retração de 4,1% no ano passado. O relatório também prevê um crescimento de 1,7% em 2022 e 2,5% em 2023. Segundo o estudo, o crescimento em 2021 foi alavancado no país com a aceleração da vacinação e a queda das mortes por Covid-19.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


EUA debatem lei que pode barrar US$ 500 milhões em carne, couro e outros itens do Brasil

“O Congresso americano estuda criar uma lei que pode barrar a importação pelos EUA de itens como soja, cacau, gado, borracha, óleo de palma, madeira e seus derivados de países com índices altos de desmatamento florestal se o produtor rural e o importador americano não comprovarem que as origens desses produtos – e toda sua cadeia produtiva – passaram ao largo de áreas ilegalmente desmatadas. O projeto legislativo, batizado de Forest Act 2021, ou Lei Florestal 2021, foi apresentado na última quarta (6), e é o mais abrangente marco legal no tema proposto nos EUA nos últimos anos. Na justificativa do projeto, ao qual a BBC News Brasil teve acesso em primeira mão, o senador democrata Brian Schatz e o congressista democrata Earl Blumenauer, autores da peça, citam o Brasil – e seus produtos de origem bovina – como exemplo do problema.” (BBC/G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


Advogada defensora dos direitos humanos e ambientalista é nova primeira-ministra do Peru

“Após semanas de tensões com o Parlamento do Peru, que pedia a saída de vários ministros, o controverso primeiro-ministro Guido Bellido apresentou sua demissão na noite de quarta-feira (6) e foi substituído por Mirtha Lopez, uma advogada feminista, ecologista e defensora dos direitos humanos. Um novo gabinete ministerial foi formado em seguida. Em uma mensagem ao país retransmitida pela televisão na tarde de quarta-feira, o presidente peruano, Pedro Castillo, anunciou que tinha aceito a demissão do primeiro-ministro. Na verdade, o chefe de Estado pediu a Bellido se retirar “em nome da governabilidade”. O presidente espera colocar fim às tensões que marcaram os primeiros meses de seu mandato.” (G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


Partido de extrema-direita da Dinamarca quer projeto de lei para expulsar milhares de imigrantes

“O Partido Popular Dinamarquês e a ex-ministra da Imigração e Integração da Dinamarca, a parlamentar sem partido Inger Støjberg, uniram forças e apresentaram na terça-feira (5), uma proposta de lei para endurecer as regras de imigração do país. O projeto propõe deportar imigrantes e refugiados condenados a penas superiores a três meses, ou que não passaram no teste de proficiência da língua dinamarquesa no nível intermediário ou superior e os que estão desempregados há mais de 12 meses consecutivos ou dependem exclusivamente de benefícios sociais do Governo. A medida pode afetar a vida de 50 mil pessoas. De acordo com o presidente do Partido Popular Dinamarquês Kristian Dahl e Inger Støjberg.” (Fernanda Larsen, RFI/G1)

Clique aqui para ver a notícia completa


Tensão militar entre China e Taiwan atinge pico de décadas

“China e Taiwan – uma das tensões diplomáticas mais antigas e mais sérias do mundo atual – voltaram a trocar farpas nesta semana, após quatro dias consecutivos de aviões chineses tendo voado na zona de defesa aérea taiwanesa. Esse ato militar por parte da China acendeu uma série de alertas na região, com autoridades e especialistas alertando para possíveis consequências graves, caso as tensões continuem crescendo. O ministro da Defesa de Taiwan disse que a tensão entre China e a ilha atingiu o pior ponto em 40 anos. Segundo Chiu Kuo-cheng, a China já teria capacidade militar de invadir Taiwan, mas que até 2025 poderia aumentar ainda mais o seu poderio militar. Um comitê parlamentar de Taiwan está avaliando um projeto de lei bilionário para construção de mísseis e navios de guerra. As palavras vindas do lado chinês também foram duras. O jornal estatal chinês em língua inglesa Global Times avisou que Taiwan não deve “brincar com fogo”.” (BBC)

Clique aqui para ver a notícia completa


Etiópia: Guterres exige provas sobre acusações contra funcionários expulsos

“As Nações Unidas querem que as autoridades da Etiópia permitam a continuação do seu trabalho humanitário, após a recente declaração de sete funcionários da organização como persona non grata e sua expulsão do país. Na sessão mais recente do Conselho de Segurança sobre o tema, o secretário-geral António Guterres disse que com o desenrolar da crise em Tigray as necessidades têm aumentado. No discurso feito na quarta-feira, o chefe da ONU destacou que todos os esforços devem ser focados em salvar vidas e evitar que aconteça uma grande tragédia humana. Na reunião, Guterres pediu o Direito de Resposta formal ao embaixador Taye Atske Selassie Amde. O diplomata alegou que dados sobre a fome teriam sido usados como arma de guerra, provocando mortes ou ações a favor da Frente de Libertação do Povo Tigray.” (ONU News)

Clique aqui para ver a notícia completa


Colômbia mobiliza maior tropa militar na região da fronteira com a Venezuela

“Em meio ao aumento das tensões na fronteira com a Venezuela, a Colômbia mobilizou nesta quarta-feira (6) uma nova tropa com 14 mil militares para aumentar a presença do governo na região, onde uma série de grupos armados disputam o controle da produção de cocaína. A nova unidade é a maior tropa da história recente da Colômbia e foi alojada no departamento de Norte de Santander, uma das regiões mais violentas do país e palco de ataques recentes. A Colômbia acusa a Venezuela de abrigar quadrilhas armadas e de permitir o tráfico de drogas em troca de parte dos lucros, o que é negado pelo ditador Nicolás Maduro. (…) O anúncio da nova tropa acontece dois dias depois de o governo venezuelano anunciar que vai abrir as fronteiras com o país, fechadas desde 2019, para retomar o comércio.” (Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


ONU diz que Bolsonaro deveria ser punido por usar crianças fardadas em eventos

“Para o Comitê de Direitos das Crianças da ONU (Organização das Nações Unidas), usar uma criança fardada carregando uma réplica de um fuzil em um evento político, como fez na última semana o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), deveria ser um crime, e os envolvidos, punidos. Na última quinta-feira (30), em evento em Belo Horizonte com a presença do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), Bolsonaro recebeu no palco uma criança de seis anos que empunhava uma arma de brinquedo. O presidente simulou que atirava para cima e carregou a criança sobre os ombros. Após a repercussão do evento, 80 entidades de direitos humanos recorreram à ONU no domingo (3) argumentando que o presidente “utiliza crianças para estimular a política de armamento brasileiro”.” (Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


EUA criam centro da CIA especializado em espionar a rival China

“Em mais um sinal inequívoco da prioridade dada pelo governo de Joe Biden à Guerra Fria 2.0 com a China, a CIA (Agência Central de Inteligência) criou um novo centro de espionagem dedicado apenas ao regime comunista de Pequim. O chamado Centro de Missão China foi anunciado nesta quinta (7) pelo diretor da agência, William Burns. Segundo declaração dada por Burns, o centro para a China “vai fortalecer ainda mais nosso trabalho coletivo sobre a mais importante ameaça geopolítica que enfrentamos no século 21, o cada vez mais antagonista governo chinês”. As palavras poderiam ter sido ditas por Biden, que já usou termos semelhantes em diversas ocasiões. Há poucas dúvidas, entre observadores políticos, acerca do fato de que o embate entre a potência estabelecida EUA e a ascendente China é o mais importante até aqui desde o fim da Guerra Fria, em 1991.” (Igor Gielow, Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


Boris nega crise e tenta blindar governo britânico com ‘conservadorismo otimista’

“Os críticos do governo britânico anteveem neste ano um novo “inverno do descontentamento”, com escassez de peru e pernil para o Natal, fim do programa de ajuda emergencial e inflação em alta, mas o primeiro-ministro Boris Johnson enxerga apenas céu azul pela frente. Em discurso de 44 minutos nesta quarta (6), na convenção do Partido Conservador, o premiê afirmou que, após a pandemia, o Reino Unido não voltará para “seu velho modelo quebrado de baixos salários, baixo crescimento, baixa qualificação e baixa produtividade”, que atribuiu em parte à “imigração descontrolada”. Defendeu o brexit, a saída da União Europeia, que permitiu ao país “recobrar o controle de suas fronteiras”, e prometeu soltar as rédeas do espírito britânico: “Ciência, inovação, sociedade aberta e capitalismo”.” (Ana Estela de Sousa Pinto, Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


Brasileiro será primeiro comissário da OEA contra o antissemitismo

“O advogado brasileiro Fernando Lottenberg será o primeiro comissário da Organização dos Estados Americanos (OEA) para monitoramento e combate ao antissemitismo. O posto, recém-criado na instituição, já existe na União Europeia e em países como Canadá e Estados Unidos e terá como principal atribuição o enfrentamento da discriminação e do ódio. “O principal desafio é conscientizar os países de que o antissemitismo não é um problema apenas das comunidades judaicas, mas das sociedades que fazem parte do continente; é uma questão ligada à defesa da democracia e dos direitos humanos”, diz Lottenberg. Segundo ele, a criação do cargo é uma “sinalização de que o assunto está ganhando uma proporção preocupante e merece atenção especial”.” (Patrícia Campos, Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


Japão endurece discurso contra incursões chinesas em Taiwan

“Diante de uma onda recorde de incursões militares da China contra as defesas aéreas de Taiwan, o novo governo do Japão endureceu o discurso e disse que está se preparando para “vários cenários” envolvendo a ilha que Pequim considera sua. Questionado sobre as ações chinesas, o ministro das Relações Exteriores, Toshimitsu Motegi, deu um passo além da retórica usual de seu país. “Em vez de simplesmente monitorar a situação, nós esperamos pesar os diversos cenários possíveis para considerar quais opções nós temos, assim como as preparações que devemos fazer”, afirmou. Motegi também reafirmou o comprometimento com os laços entre o país e os Estados Unidos, o rival estratégico da China na Guerra Fria 2.0.” (Igor Gielow, Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa


CIA admite ter perdido informantes em operações que comprometem serviço secreto dos EUA

“Oficiais dos serviços de contraespionagem dos Estados Unidos alertaram todas as bases da CIA, agência de inteligência americana, sobre o crescimento no número de informantes no exterior que foram mortos, capturados ou aliciados por inimigos de Washington. O conteúdo da mensagem ultrassecreta de circulação interna foi abordado em reportagem publicada pelo jornal The New York Times nesta terça (5). A mensagem deu destaque ainda às dificuldades que o serviço americano tem encontrado para recrutar informantes em “ambientes operacionais difíceis”. De acordo com a reportagem, agências adversárias da CIA em países como Rússia, China, Irã e Paquistão identificaram agentes americanos nos últimos anos e, em alguns casos, os transformaram em agentes duplos.” (Folha)

Clique aqui para ver a notícia completa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *