Plantão do Barão: As bancas da 1ª Fase do CACD 2018!

Futuras e futuros diplomatas,

Foi divulgada, hoje, a relação dos integrantes da Banca Examinadora das provas da Primeira Fase do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) de 2018! A informação consta na Portaria de 30 de julho de 2018, publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje. Vejam, a seguir, a listagem completa dos responsáveis pela elaboração e correção dos exames neste ano, e as mudanças ocorridas em relação ao CACD 2017.

.

INTEGRANTES DAS BANCAS – PRIMEIRA FASE:

 

  • Língua Portuguesa

Alessandro Warley Candeas

Eloisa Nascimento Silva Pilati

Sandra Lúcia Rodrigues da Rocha

⚠ Mudanças: saída de Luís Felipe Silvério Fortuna; entrada de Alessandro Warley Candeas.

.

  • História do Brasil

Marco Aurélio de Paula Pereira

Neuma Brilhante Rodrigues

⚠ Mudanças: saída de Francisco Fernando Monteoliva Doratioto; entrada dos dois novos integrantes.

.

  • História Mundial

Marco Aurélio de Paula Pereira

Neuma Brilhante Rodrigues

⚠ Mudanças: saída de Arthur Alfaix Assis e Francisco Fernando Monteoliva Doratioto; entrada dos dois novos integrantes.

.

  • Geografia

Everaldo Batista da Costa

Fernando Luiz Araújo Sobrinho

.

  • Língua Inglesa

Alessandra Ramos de Oliveira Harden

Manuel Adalberto Carlos Montenegro Lopes da Cruz

.

  • Política Internacional

Alcides Costa Vaz

Norma Breda dos Santos

⚠ Mudanças: saída dos integrantes anteriores Arthur Alfaix Assis, Francisco Fernando Monteoliva Doratioto e Kassius Diniz da Silva Pontes; entrada dos dois novos membros.

.

  • Noções de Economia

Andrea Felippe Cabello

Daniel Klug Nogueira

Luciana Acioly da Silva

.

  • Noções de Direito e Direito Internacional Público

Letícia Frazão Alexandre de Moraes Leme

Mamede Said Maia Filho

⚠ Mudanças: saída de George Rodrigo Bandeira Galindo; entrada de Letícia Frazão Alexandre de Moraes Leme.

.

Até o ano passado, a veiculação dos nomes da banca examinadora não era uma prática regular do CACD. Havia apenas divulgações esporádicas desses dados, que, geralmente, ocorriam algum tempo depois da finalização da seleção, como foi o caso do CACD 2015. No entanto, na última edição do concurso, verificamos uma maior transparência neste aspecto a partir da disponibilização da relação dos membros de todas as fases do certame, ainda no decorrer do processo seletivo.

A relação dos nomes dos elaboradores e avaliadores das provas é uma das informações mais desejadas pelos candidatos. Isso porque, ao saber quem são os integrantes desse grupo, os “ceacedistas” podem ter uma melhor noção do que pode vir a ser cobrado nos exames, com base nas áreas de interesse e linhas de trabalho ou pesquisa de cada examinador. Portanto, esse conhecimento pode ser um bom trunfo para o incremento das leituras e dos exercícios, sobretudo nesta reta final dos estudos, pupilos.

Possivelmente, as bancas examinadoras das fases posteriores do concurso também serão reveladas pelo Instituto Rio Branco em breve. Mas não se preocupem… caso surjam novidades nesse sentido, o Barão irá mantê-los informados por aqui! 😉

Abraços e ótimos estudos, meus queridos!

CACD 2018 – Panorama completo do concurso e dicas de estudos

Futuras e futuros diplomatas,

Tivemos, hoje, a notícia que aguardávamos com grande expectativa: foi publicado o Edital do CACD 2018 – o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata deste ano! Na Portaria divulgada no último dia 12, já pudemos observar orientações importantes sobre a estrutura e o funcionamento da seleção. O edital recém-publicado, por sua vez, traz informações detalhadas do certame, que merecem bastante atenção dos candidatos e candidatas. Assim sendo, neste post, vocês podem obter um panorama especial das informações do concurso, com uma explicação detalhada sobre as características das provas deste ano.

Leiam atentamente e aproveitem o conteúdo para organizar seus planos de estudos nesta reta final! 😉

.

1. INFORMAÇÕES INICIAIS:

infos-gerais

inscricoes

.

2. DATAS DAS PROVAS:

datas-provas-2

* As datas da Segunda e Terceira Fases sofreram alterações e foram retificadas pelos editais nº 5 e nº 7 do concurso.

Tempo para realização das provas:

– Primeira Fase: dois períodos: o primeiro, iniciando-se às 9 horas e 30 minutos, com duração de 3 horas; e o segundo, iniciando-se às 15 horas, com duração de 3 horas.

– Segunda Fase: início às 14 horas, com duração de 5 horas, nos dois dias.

– Terceira Fase: dois períodos em cada dia: o primeiro, iniciando-se às 9 horas, com duração de 4 horas; e o segundo, iniciando-se às 15 horas, com duração de 4 horas.

.

3. DATAS DOS GABARITOS, RECURSOS E RESULTADOS:

datas-recursos

.

4. COMPOSIÇÃO DAS PROVAS:

Primeira Fase: prova objetiva, constituída de questões do tipo “C ou E” (certo ou errado).

questoes-e-pontuacao-1-fase

.

Segunda Fase: provas compostas por questões discursivas.

questoes-e-pontuacao-2-fase

.

Terceira Fase: provas compostas por questões discursivas.

questoes-e-pontuacao-3-fase

.

NOVIDADE! Pela primeira vez, o edital traz os detalhes dos critérios de avaliação da prova discursiva de Língua Espanhola e Língua Francesa, conferindo mais transparência a esse aspecto do certame:

avaliacao-esp-e-fra

.

5. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS DISCIPLINAS:

O conteúdo de cada disciplina cobrado nas provas está especificado na última parte do edital (anexo III). Para dar-lhes uma mãozinha neste momento em que cada minuto de estudos é precioso, o Barão que vos fala preparou uma versão esquematizada dos programas de todas as matérias. Vocês podem conferir e baixá-los em PDF nos links seguintes:

.

As informações e atualizações sobre o CACD 2018 estão disponíveis na página do Cespe/UnB – instituição organizadora do concurso.

.

Para auxiliá-los no entendimento de todos os detalhes do certame, os professores Ricardo Macau e Fernando Entratice realizaram o Radar dos Concursos – CACD 2018, para explicar todo o edital e dar dicas especiais para os estudos nesta reta final da preparação. Assistam e aproveitem! 👇

.

DICAS DO BARÃO

Complementem seus estudos para as três fases do CACD, com os cursos100% online e gratuitos – de correção e comentários de todas as provas (a partir de 2010) por um time de professores especializados e com ampla experiência no certame. Inscrevam-se pelos links abaixo e aproveitem!

  1. CACD 1ª Fase Comentada – 2010 até 2017
  2. CACD 2ª Fase Comentada – 2012 até 2017
  3. CACD 3ª Fase Comentada – 2012 até 2017

Confiram o post Manuais, Guias e Provas: materiais oficiais e gratuitos para o CACD, e saibam como utilizar os conteúdos livres e complementares nos estudos para o concurso!

.

Agora, é sebo nas canelas e força total na preparação, minhas queridas e meus queridos! Ótimos estudos! 💙

.

.

Participações especiais neste post:

Fernando Entratice – Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo (USP). Professor de Redação em Língua Portuguesa nos cursos da área de Diplomacia do Clio – Damásio.

Ricardo Macau – Doutor em Direito do Estado pela Universidade de São Paulo (USP). Professor de Direito Interno e de Direito Internacional Público nos cursos da área de Diplomacia do Clio – Damásio.

Dicas especiais dos professores para a 1ª Fase | CACD 2018

Queridas pupilas e queridos pupilos,

A Primeira Fase do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata deste ano (CACD 2018) se aproxima, e, certamente, vocês estão a todo vapor com as revisões e pinceladas finais nos estudos para a prova objetiva, não é mesmo? Então, para dar-lhes uma forcinha nesses últimos momentos da preparação e ajudá-los a acalmar os ânimos, nosso time de mestres e mestras trouxe alguns conselhos e dicas especiais para os estudos e a realização da prova.

Sem mais delongas, confiram abaixo e aproveitem a mensagem de cada professor (a)! 🙂

 

avatar_manoela

 

Língua Inglesa – Professora Manoela Assayag

“A grande dica para Língua Inglesa é revisar os bancos de dados de vocabulário organizados ao longo do ano, e relaxar a mente para ler textos e questões com calma.”

 

avatar_macau

 

Direito Interno – Professor Ricardo Macau

“Decore as principais regras da Constituição Federal (CF/88) que tratam do Poder Executivo e envolvem temas relacionados às relações internacionais: art. 83 e art. 84, incisos VII, VIII, XIX, XX e XII.”

 

avatar_cafeHistória – Professor Daniel Araújo

“Na última semana de estudos, o mais importante é deixar de lado os livros, artigos ou aulas de conteúdo específico. Foque na elaboração de questões de TPS (1ª Fase) antigos e, se for preciso, recorra aos seus fichamentos. O pragmatismo eficiente é a senha nesse momento.

Abraços e bons estudos!”

 

avatar_p-aPolítica Internacional – Professor Paulo Velasco

“Nestes últimos momentos antes da prova de PI, a melhor dica é trabalhar em cima de exercícios, especialmente refazendo as provas de anos anteriores. Assim, será possível identificar o tipo de abordagem dos temas mais cobrados e o padrão de erro característico nas afirmativas. De resto, manter a tranquilidade e, sobretudo, ter confiança.”

 

avatar_joaofelipeGeografia – Professor João Felipe Ribeiro

“Reveja todos itens de geografia dos últimos 3 TPS’s (provas da 1ª Fase) e se concentre nos que estão errados. Destaque a causa do erro e procure identificar um padrão da banca de geografia quanto à maior ou menor valorização de detalhes e dados a comparação com outras disciplinas.”

 

.

avatar_bystronsky-cDireito Internacional – Professor Guilherme Bystronski

“Nesses últimos metros antes da linha de chegada, deve-se privilegiar em especial o estudo daqueles temas onde o aluno percebeu ter dificuldades ao resolver as provas de CACDs anteriores. Além disso, certos temas cobrados rotineiramente, como solução pacífica de controvérsias e tribunais internacionais, assim como Direito dos Tratados, merecem uma última revisão criteriosa.

Abraços e boa sorte domingo!”

 

avatar_isabelLíngua Portuguesa – Professora Isabel Vega

“Nessa véspera de prova, a busca de equilíbrio e tranquilidade deve estar na agenda, marcada como importantíssima.

Muitas vezes, o cansaço favorece o crescimento da ansiedade e da insegurança, e aí, para combatê-los, nada melhor que um seriado ou um filme bem bobo para assistir, daqueles que a gente ri sem culpa. Também vale a companhia dos amigos e das pessoas que amamos para espairecer as ideias.

A prova do CACD exige atenção e memória, portanto, não é hora de encher a cabeça com preocupações, dúvidas e cobranças. Afinal, a terra já foi semeada; é preciso esperar a colheita, ou, citando o poeta Arnaldo Antunes, “O que / (se) foi / é (s)ido.””

 

avatar_sousaEconomia – Professor Daniel Sousa

“Façam as questões com muita calma. Não se precipite!

Deixar itens em branco FAZ parte do jogo. Estatisticamente, você pode deixar até 10-15% dos itens em branco com segurança e sem comprometer sua prova.

Procure erros OBJETIVOS nas assertivas.

Cuidado! Não marque nada com base no que você “pensou”. Vale o que está escrito!

Uma excelente prova!”

Plantão do Barão | Guia do Canarinho Pistola – Novo guia de estudos para o CACD!

Caras pupilas e caros pupilos,

Acaba de ser divulgado o Guia do Canarinho Pistola, a versão 2018 do Guia de Estudos para o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD)! O download do material em PDF pode ser feito no site criado pelos alunos do Instituto Rio Branco (IRBr) para disponibilização dos guias dos candidatos ao CACD.

.

O que são os Guias de Estudos?

Para aqueles que ainda não conhecem esse material, o Barão explica:

A partir de 1996, o Instituto Rio Branco (IRBr), em parceria com o Cespe, passou a elaborar anualmente o Guia de Estudos do CACD, uma coletânea das questões discursivas, abordadas na Segunda e na Terceira Fase, do concurso do ano anterior e das respostas que receberam nota máxima por parte das respectivas bancas examinadoras. Esse material tem o objetivo de orientar e auxiliar os candidatos durante a preparação, oferecendo uma análise mais abrangente acerca do que é esperado deles nos exames. Além disso, conforme orientação do IRBr, os guias são conteúdos que complementam os Manuais do Candidato e, juntos, esses recursos permitem ao candidato iniciar sua preparação e identificar os conteúdos mais importantes nos seus estudos.

Em 2013, a produção oficial dos guias foi descontinuada pela administração do Instituto, porém os materiais não deixaram de ser disponibilizados aos aspirantes à Carreira de Diplomata. Por iniciativa voluntária, os candidatos aprovados e então alunos do IRBr passaram a elaborar os conteúdos anuais de forma independente. Nesse novo formato, os modelos começaram a possuir novas características: são intitulados com nomes de animais inusitados para representar o espírito da nova turma de diplomatas; apresentam também as respostas que receberam as notas mais baixas da banca e incluem dados sobre o perfil dos aprovados no último concurso. Assim, os ceacedistas conseguem ter uma visão ainda mais ampla sobre o processo seletivo como um todo e podem aprimorar seus estudos com base na análise do que podem ou não fazer nas etapas discursivas do concurso.

A seguir, deixo os links para download de todos os Guias de Estudos do CACD. Não deixem de acessar e conferir atentamente esse material precioso no decorrer da preparação, meus queridos!

* Em 2018, o Instituto Rio Branco disponibilizou, junto ao Cespe, padrões de resposta para as provas discursivas da segunda e da terceira fases do concurso. Os arquivos possuem orientações a respeito do conteúdo e da forma como os candidatos deveriam construir suas respostas argumentativas em cada questão, a fim de receberem a nota máxima.

.

Plantão do Barão: As bancas da 2ª e 3ª Fases do CACD 2018!

Queridas e queridos CACDistas,

No último dia 31 de julho, o Instituto Rio Branco (IRBr) divulgou os nomes dos integrantes da banca da prova de Primeira Fase do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata – CACD 2018, confirmando a ideia de que, desde o ano passado, o órgão tem buscado conferir maior transparência ao certame. Hoje, portanto, é a vez de verificarmos quem fará parte das bancas das provas discursivas: há pouco, foi publicada a Portaria de 3 de setembro de 2018 com a relação completa dos formuladores e examinadores da Segunda e da Terceira Fases da seleção.

A seguir, vocês podem conferir a lista dos professores responsáveis pelos exames, bem como as alterações realizadas em relação ao concurso anterior.

 

SEGUNDA FASE:

 

  • Língua Portuguesa

Eugenia Barthelmess

Alessandro Warley Candeas

Eduardo Pereira e Ferreira

Marco Túlio Scarpelli Cabral

Alzira Neves Sandoval

Simone Silveira de Alcântara

Stefania Caetano Martins de Rezende Zandomênico

⚠ Mudanças: saída de Luís Felipe Silvério Fortuna, Michel Arslanian Neto, Regina Maria Furquim Freire da Silva, Roberto Doring Pinho da Silva e Sandra Lúcia Rodrigues da Rocha; entrada de Eugenia Barthelmess, Eduardo Pereira e Ferreira, Marco Túlio Scarpelli Cabral, Alzira Neves Sandoval, Simone Silveira de Alcântara e Stefania Caetano Martins de Rezende Zandomênico.

 

  • Língua Inglesa

Affonso José Santos

Avram Stanley Blum

Thiago Blanch Pires

⚠ Mudanças: saída de Alessandra Ramos de Oliveira Harden, Jorio Dauster Magalhães e Silva e Ofal Ribeiro Fialho; entrada dos três atuais integrantes.

 

TERCEIRA FASE:

 

  • História do Brasil

Marco Aurélio de Paula Pereira

Neuma Brilhante Rodrigues

Norma Breda dos Santos

⚠ Mudanças: saída de Antônio José Barbosa e Francisco Fernando Monteoliva Doratioto; entrada de Marco Aurélio de Paula Pereira.

 

  • Geografia

Everaldo Batista da Costa

Fernando Luiz Araújo Sobrinho

⚠ Mudanças: saída de Nelba Azevedo Penna e Waleska Valença Manyari.

 

  • Política Internacional

Alcides Costa Vaz

Ary Norton de Murat Quintella

Norma Breda dos Santos

⚠ Mudanças: saída de Benoni Belli, Francisco Fernando Monteoliva Doratioto, Gisela Maria Figueiredo Padovan e Pio Penna Filho; entrada dos três atuais integrantes.

 

  • Noções de Economia

Daniel Klug Nogueira

Hélio Silva Filho

Renato Coelho Baumann das Neves

⚠ Mudanças: saída de José Carlos de Oliveira e Luciana Acioly da Silva; entrada de Hélio Silva Filho.

 

  • Noções de Direito e Direito Internacional Público

Diogo Palau Flores dos Santos

João Ernesto Christófolo

Jorge Luiz Fontoura Nogueira

Letícia Frazão Alexandre de Moraes Leme

⚠ Mudanças: saída de George Rodrigo Bandeira Galindo, Mamede Said Maia Filho e Marcos Mauricio Toba; entrada de Diogo Palau Flores dos Santos, João Ernesto Christófolo e Letícia Frazão Alexandre de Moraes Leme.

 

  • Língua Espanhola

Dulce Maria Cassilha Andrigueto

Maria Luisa Ortíz Alvarez

⚠ Mudanças: saída de Maria Del Mar Paramos Cebey e Pedro Delgado Hernandez; entrada das duas atuais integrantes.

 

  • Língua Francesa

Alice Maria de Araújo Ferreira

Sophie Céline Guerin Mateus

⚠ Mudanças: saída de Germana Henriques Pereira de Sousa, Jerome Christian Aurelien Bertheau e Sabine Gorovitz; entrada das duas atuais integrantes.

 

Como já vimos, essas informações são bastante úteis para que os candidatos possam ter uma ideia melhor do que pode aparecer nas questões ou dos perfis de avaliação dos examinadores, com base nas áreas de interesse e linhas de trabalho ou pesquisa de cada avaliador. Sendo assim, aproveitem esse conhecimento para incrementar as leituras e a realização dos exercícios nesta reta final dos estudos, meus caros. Porém, não deixem que esses novos dados virem uma preocupação exacerbada nesse momento; sigam em frente com sua preparação e confiem no conhecimento já adquirido até aqui!

Bons estudos e excelentes provas, pupilos e pupilas! 🙂

Redação Inglês: como estudar em 50 dias? | CACD 2018

Caros CACDistas,

As provas do CACD 2018 se aproximam, e, neste ano, teremos um calendário atípico. Entre o TPS e as provas de 2a e 3a fases, haverá menos de um mês. Desse jeito, aqueles que almejam a aprovação precisam se programar devidamente. Mesmo os mais veteranos, que podem já ter feito as provas de 2a e 3a fase mais de uma vez, precisam “entrar em forma” o mais rapidamente possível, para que cheguem às provas bem treinados e, ao mesmo tempo, descansados e com a cabeça no lugar – o que é tão importante quanto ter conteúdo.

Deixar tudo para aquele sufoco de última hora não será uma opção. E isso é ainda mais verdade para as provas de línguas, matérias que, como sabemos, não caem bem com aquelas noites mal dormidas, revisando conteúdo loucamente na semana de prova. Para se escrever bem, é preciso estar descansado e atento. Assim sendo, escrevi algumas dicas para quem vai fazer a prova de 2a (e 3a) fase daqui a pouco mais de 60 dias:

.

eng_dica01

Comece a se preparar o quanto antes. Se você já participou das etapas discursivas alguma vez, pegue seus espelhos de prova antigas e compare com o recém-lançado Guia de Estudos. Nada melhor para a preparação do que comparar o que você fez com aquilo que a banca esperava que você fizesse. Depois disso, comece a dedicar pelo menos um terço do seu dia a essas lacunas.

.

eng_dica02

O  CACD são as provas discursivas, e não é à toa que TPS é “teste de pré-seleção”. Com esse calendário de 2018, quem não chegar ao TPS já 80% preparado para as próximas fases dança. Comece já o treino para as provas discursivas, mesmo que sozinho, se necessário. Compare suas respostas com as questões dos guias de estudos. Se puder fazer um curso, melhor. E encha o saco dos professores.

.

eng_dica03

Faça as questões à mão, se possível. Prova é treino, e treino é construção de instinto. O ideal é fazer a prova “sem pensar”; ou seja, você já estudou e treinou tanto que as respostas saem “redondas e automáticas”, sem desespero, como se você estivesse fazendo apenas mais um simulado. Para isso, simule a situação de prova.

.

eng_dica04

O que você não leu até agora ficou, na pior das hipóteses, para o CACD 2019 e, na melhor, para suas férias pré-posse. Agora é hora de revisar. As únicas exceções a essa regra são aqueles dois ou três livros absolutamente fundamentais para o CACD, como “A história das relações internacionais do Brasil”, do Doratioto.

.

eng_dica05

Por fim, tudo isso é válido em dobro para as provas de línguas. Se você ainda está “hesitando” com a sua preparação, a hora de começar é agora. Por mais fluente que você seja em francês ou inglês, é preciso “estar em forma” para a prova, e isso só vem treino.

.

Abraços e boa sorte!


.

Vejam também a série de vídeos com orientações especiais para a realização da prova! 👇

1. Erros comuns e dicas para evitá-los:

.

2. Qual o conteúdo cobrado nas questões?

.

3. Orientações para o dia da prova:


 

Texto do professor:

Redação Português: como estudar em 50 dias? | CACD 2018

Como estudar em menos de dois meses para a prova de redação em Português?

Nós, professores do CACD, temos uma missão ao mesmo tempo estimulante e inglória: equilibrar-nos entre a gigante quantidade de conteúdos cobrados nesse concurso e a necessidade de síntese que caracteriza qualquer preparação para provas, pragmática por natureza. Estimulante porque dificílima; inglória porque, como amantes das nossas respectivas disciplinas, a tentação constante é sempre a de sermos detalhistas ao invés de sintéticos e pragmáticos.

Começo este texto assim porque sempre considerei que meu trabalho principal é ser um economizador de tempo para você, candidata ou candidato. Preciso ser o cara que se nutre das fontes primárias para que você não tenha que fazer isso; que seleciona, sintetiza e didatiza os conteúdos e as técnicas; e, principalmente, que foge da tentação de gastar o tempo dos alunos com temas e abordagens que, por mais interessantes que sejam, não trarão benefícios claros, pragmáticos e concretos.

A palavra-chave, aqui, é “tempo”. Com menos de dois meses de tempo e mais de dez disciplinas diferentes para estudar – cada qual com suas complexidades, especificidades e requerimentos –, o seu tempo é uma commodity escassa.

Nesse sentido, urge procurar o equilíbrio entre o pragmatismo e o aprofundamento. Eu, professor, preciso apresentar não a preparação perfeita da minha disciplina, mas a preparação perfeita que crie reservas de tempo para estudar para as demais disciplinas. A oração restritiva, aqui, é o fulcro do problema: de nada adianta gastar tempo excessivo em uma disciplina quando isso significa deixar de preparar-se para as outras.

O que isso significa para o concurso deste ano? Em 2018, o tempo entre a primeira fase e as demais está exíguo como nunca: menos de um mês entre primeira e segunda fases, e menos de uma semana entre segunda e terceira. Isso cria novos desafios para você, na medida em que é dificílimo, se não impossível, realizar uma preparação intensiva eficiente para as oito provas escritas do concurso no prazo que lhe foi dado pelo edital.

Por conta disso, volto ao argumento que criei no começo do texto. Sendo um economizador de tempo, sempre recomendei aos meus alunos que, após o lançamento do edital, deixassem de lado a preparação escrita de português e a retomassem apenas depois da primeira fase, exceção feita àqueles candidatos com problemas sérios de escrita. Não porque a prática escrita fosse inútil de um ponto de vista absoluto – afinal, a prática nunca é absolutamente inútil –, mas porque o tempo gasto nas minhas aulas certamente poderia ser melhor utilizado de outra maneira, de um ponto de vista relativo. Afinal, dado que a primeira fase é o grande funil do concurso, depois do lançamento do edital é melhor gastar o máximo de tempo possível estudando para ela e depois se preocupar com as demais provas.

Essa lógica infelizmente não se aplica ao CACD 2018.

Pensemos juntos: a primeira fase é em 26 de agosto, e o gabarito sairá dois dias depois, dia 28. É seguro presumir que quase nenhuma alma sã conseguirá estudar eficientemente nessa semana, com a tensão criada pelo gabarito, pelas conjecturas de recursos e pelas análises de possíveis notas de corte. Talvez realizar um simulado de segunda fase no final dessa semana seja factível, mas não dá para contar com muito mais do que isso.

Já estamos, portanto, na semana de 3 a 7 de setembro, a 20 dias da prova escrita de Português. Soma-se a isso o fato de que o CACD 2018 é também um exercício físico, de escrever dezenas de páginas em período curtíssimo de tempo; portanto, não dá para demandar dos candidatos uma produção pesada de textos na semana antes da prova. De quê adianta fazer um ou dois simulados completos poucos dias antes da segunda fase, se você chegar estafado no dia da primeira prova dessa maratona?

Percebam que nossa quantidade de tempo está cada vez menor. Quem não estiver começado a preparação intensiva para a segunda fase desde antes da primeira terá em mãos um problema sério e de difícil solução: ou se prepara de maneira superficial, fazendo poucos simulados e aulas, de modo a deixar tempo disponível para a preparação das demais provas; ou faz muitas aulas de redação em um período curto de tempo, limitando os estudos para as outras disciplinas.

Para evitar esse problema, recomendo o seguinte:

.

lp_dica01

Comece a preparação intensiva para a segunda fase – e também para a terceira – o quanto antes. Em anos anteriores, era possível recomendar uma preparação intensiva segmentada – focar apenas na primeira fase e, apenas depois dela, estudar para a segunda e a terceira. Em 2018, isso não é possível.

.

lp_dica02

De nada adianta uma preparação perfeita para a primeira fase se as demais forem negligenciadas. A primeira fase é o grande funil, mas a nota final é dada pela soma de segunda e terceira fases.

.

lp_dica03

Trabalhe com contenção de danos. Lembre-se de que a nota de corte de aprovação no concurso gira em torno de 65% a 70% do total de pontos disponíveis, e que, com uma nota de cerca de 75%, você estaria entre os cinco primeiros colocados. Dê-se o direito de errar durante os preparatórios, mas não se esqueça de que você pode perder quase 3 de cada 10 pontos e, ainda assim, lograr a aprovação.

.

lp_dica04

Confie na sua preparação pregressa. Em um concurso complexo como o CACD, vai ser constante a sensação de que os conteúdos são infinitos e de que a preparação foi insuficiente. Deixe essa sensação de lado o máximo que puder: agora é hora de consolidar o conhecimento adquirido, aprender a utilizá-lo de forma eficiente e fechar apenas uma ou outra lacuna pontual.

.

Espero ter ajudado. Como sempre, qualquer dúvida, angústia ou desespero, procurem-me.

Um abraço, bons estudos e força nessa maratona!


.

Vejam também a série de vídeos com orientações especiais para a realização da prova! 👇

1. Cinco dicas de ouro:

https://www.youtube.com/watch?v=XlAe_npUvg4

.

2. Erros comuns dos candidatos:

https://www.youtube.com/watch?v=yAr6BWfvN68

.

3. A cultura de interesse da banca:

https://www.youtube.com/watch?v=W6Ha0bsOZCA


 

Texto do professor: