#PassandoDeFase no CACD – História do Brasil

#PassandoDeFase no CACD – História do Brasil

Estimados pupilos e pupilas,

A Primeira Fase do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) 2017 passou e, agora, a missão é olhar para frente! Afinal de contas, falta apenas pouco mais de um mês para a realização das temidas provas discursivas da segunda e da terceira etapa do processo seletivo.

Mas será que há, realmente, motivos para tanto temor, meus caros? É verdade que as questões discursivas são mais exigentes e trabalhosas, todavia, posso garantir que elas não são nenhum bicho de sete cabeças! Como já vimos na série De Olho na Banca, um dos segredos para desmistificar as provas do CACD é conhecer bem as características comuns e recorrentes da banca examinadora e, assim, ficar cada vez mais afinado com as demandas que estão por vir. Quais temas costumam ser cobrados com frequência? E os assuntos que raramente aparecem? O que não pode ser feito de jeito nenhum nas respostas? Qual é o melhor método de estudos para os exames discursivos? Essas são algumas das perguntas que vocês precisam ter em mente para estruturar uma preparação adequada para a Segunda e a Terceira Fase do concurso.

Assim como num jogo de videogame onde os jogadores adaptam suas estratégias conforme conquistam o level up, os candidatos de um processo seletivo precisam saber reajustar seus planos de estudos de acordo com as necessidades de cada estágio do certame. Por isso, a partir de hoje, teremos aqui no blog uma série de posts especiais, que poderão ajudá-los nessa tarefa um tanto quanto minuciosa. Para tanto, contaremos com explicações e muitas dicas dos mestres mais especializados e experientes no CACD!

Vamos começar por História do Brasil, disciplina que compõe a Terceira Fase e, junto com Política Internacional, possui a prova mais extensa dessa etapa.

Data e horário da prova:

  • 06 de outubro (sexta-feira)
  • Início: 15h00
  • Término: 19h00

Composição da prova:

  • 2 questões de 90 linhas para resposta e valor de 30 pontos (cada uma)
  • 2 questões de 60 linhas para resposta e valor de 20 pontos (cada uma)
  • Pontuação máxima: 100 pontos

Conteúdo programático requerido:

ITENS SUBITENS
1 O período colonial 1.1 A configuração territorial da América Portuguesa.
1.2 O Tratado de Madri e Alexandre de Gusmão.
2 O processo de independência 2.1 Movimentos emancipacionistas.
2.2 A situação política e econômica europeia.
2.3 O Brasil sede do Estado monárquico português.
2.4 A influência das ideias liberais e sua recepção no Brasil.
2.5 A política externa.
2.6 O Constitucionalismo português e a independência do Brasil.
3 O Primeiro Reinado (1822- 1831) 3.1 A Constituição de 1824.
3.2 Quadro político interno.
3.3 Política exterior do Primeiro Reinado.
4 A Regência (1831-1840) 4.1 Centralização versus descentralização: reformas institucionais.
4.2 O Ato Adicional de 1834 e revoltas provinciais.
4.3 A dimensão externa.
5 O Segundo Reinado (1840-1889) 5.1 O Estado centralizado; mudanças institucionais; os partidos políticos e o sistema eleitoral; a questão da unidade territorial.
5.2 Política externa: as relações com a Europa e os Estados Unidos da América; questões com a Inglaterra; a Guerra do Paraguai.
5.3 A questão da escravidão.
5.4 Crise do Estado Monárquico.
5.5 As questões religiosa, militar e abolicionista.
5.6 Sociedade e cultura: população, estrutura social, vida acadêmica, científica e literária.
5.7 Economia: a agroexportação; a expansão econômica e o trabalho assalariado; as políticas econômico-financeiras; a política alfandegária e suas consequências.
6 A Primeira República (1889-1930) 6.1 A proclamação da República e os governos militares.
6.2 A Constituição de 1891.
6.3 O regime oligárquico: a “política dos estados”; coronelismo; sistema eleitoral; sistema partidário; a hegemonia de São Paulo e Minas Gerais.
6.4 A economia agroexportadora.
6.5 A crise dos anos 20 do século XX: tenentismo e revoltas.
6.6 A Revolução de 1930.
6.7 A política externa: a obra de Rio Branco; o pan-americanismo; a II Conferência de Paz da Haia (1907); o Brasil e a Grande Guerra de 1914; o Brasil na Liga das Nações.
6.8 Sociedade e cultura: o Modernismo.
7 A Era Vargas (1930-1945) 7.1 O processo político e o quadro econômico financeiro.
7.2 A Constituição de 1934.
7.3 A Constituição de 1937: o Estado Novo.
7.4 O contexto internacional dos anos 1930 e 1940; o Brasil e a Segunda Guerra Mundial.
7.5 Industrialização e legislação trabalhista.
7.6 Sociedade e cultura.
8 A República Liberal (1945-1964) 8.1 A nova ordem política: os partidos políticos e eleições; a Constituição de 1946.
8.2 Industrialização e urbanização.
8.3 Política externa: relações com os EUA; a Guerra Fria; a “Operação Pan-Americana”; a “política externa independente”; o Brasil na ONU; o Brasil no Rio da Prata; o Brasil e a expulsão de Cuba na OEA.
8.4 Sociedade e cultura.
9 O Regime Militar 26/30 (1964-1985) 9.1 A Constituição de 1967 e as modificações de 1969.
9.2 O processo de transição política.
9.3 A economia.
9.4 Política externa: relações com os EUA; o “pragmatismo responsável”; relações com a América Latina, relações com a África; o Brasil na ONU.
9.5 Sociedade e cultura
10 O processo democrático a partir de 1985 10.1 A Constituição de 1988.
10.2 Partidos políticos e eleições.
10.3 Transformações econômicas.
10.4 Impactos da globalização.
10.5 Mudanças sociais.
10.6 Manifestações culturais.
10.7 Evolução da política externa.
10.8 MERCOSUL.
10.9 O Brasil na ONU.

Baixe aqui a tabela em PDF

Como dá para perceber, caríssimos, o conteúdo cobrado pela prova é bastante extenso e isso requer que os candidatos planejem e executem uma rotina de estudos eficiente e objetiva. Além disso, um dos elementos que não podem faltar nesse momento da preparação é a prática contínua de exercícios, pois, somente assim, será possível identificar os pontos que carecem de atenção e melhorias de desempenho. Assim, as provas anteriores e os Guias de Estudos (com as melhores e piores respostas avaliadas pela banca) se tornam peças-chave a partir de agora. Vocês podem conferir mais informações e baixar todos esses materiais nesse post que publicamos há alguns dias. 😉

Agora, diante de tantos assuntos a serem estudados, como saber quais deles merecem mais atenção, definir as prioridades e identificar os pontos de atenção no decorrer da preparação? Nosso queridíssimo mestre de História do Brasil João Daniel veio fornecer algumas dicas e orientações especializadas nesse sentido. No vídeo a seguir, vocês podem conferir explicações do professor sobre as características da prova nos últimos anos, aspectos atuais e temas que, em sua análise, possuem grandes chances de serem cobrados neste ano. Assistam e aproveitem todas as instruções, queridos CACDistas!

 

Participação especial neste post:

Imagem do Professor

João Daniel Almeida

Mestre em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC - RJ) e professor de História do Brasil e de História Mundial na área de Carreiras Internacionais do Damásio Educacional – Clio.

Related Posts
Deixe um comentário
What is the capital of Egypt ?